Lisboa acolhe retrospetiva da arquiteta polaca Jadwiga Grabowska-Hawrylak

91

exp_Jadwiga Grabowska-Hawrylak_lisboa

Uma retrospetiva da obra da arquiteta polaca Jadwiga Grabowska-Hawrylak (1920-2018), com 24 dos seus projetos, vai estar em exposição no Palácio Sinel de Cordes até 18 de setembro, organizada pela Trienal de Arquitetura de Lisboa.

A retrospetiva “evidencia não só o extenso e precursor trabalho da arquiteta — pela sua genialidade e afirmação enquanto mulher numa área dominada por homens, — como abre as portas à história de Wroclaw”, uma cidade que, outrora, foi a maior metrópole dos territórios orientais da Alemanha e que, em 1945, foi concedida à Polónia, com o fim da Segunda Guerra Mundial.

“Patchwork” reúne um conjunto de 24 projetos concebidos por Jadwiga Grabowska-Hawrylak entre 1954 e 1993, desde propostas mais especulativas e outras mais pragmáticas, das quais 12 obras construídas, que podem ser vistas através de desenhos, fotografias e maquetes.

A exposição inclui um modelo com quase seis metros de altura, à escala 1:10, de Manhattan, em Nova Iorque, do complexo habitacional que se tornou “o seu projeto mais emblemático, assim como o símbolo das aspirações daquela cidade polaca”, assinala a Trienal, em comunicado.

A exposição, inaugurada a 13 de julho, insere-se na programação da Trienal de Arquitetura de Lisboa na sua sede, o Palácio Sinel de Cordes.

Fonte: Notícias ao Minuto