Município de Matosinhos inaugura Museu da Memória no Palacete Visconde de Trevões

849

Museu_memoria_matosinhos_2

A Câmara Municipal de Matosinhos inaugura hoje, sexta-feira, o Museu da Memória, um espaço de encontro entre o passado e o presente, instalado no “edifício histórico” Palacete Visconde de Trevões.

As obras de adaptação do palacete para o espaço museológico custaram 400 mil euros, referiu a autarquia do distrito do Porto, em comunicado enviado à Lusa.

O museu tem como missão valorizar a memória histórica e patrimonial do território de Matosinhos, cruzando-a com as memórias individuais dos seus habitantes, visando o reforço da identidade e a promoção da cidadania, salientou ainda.

Segundo a câmara municipal, o Museu da Memória vai funcionar como um `work in progress´ (trabalho em progresso) e ciclo em contínuo, passível de atualização permanente.

Este vai ter uma “vocação de abertura à participação da comunidade”, acrescentou.

Além da exposição de materialidades, este novo espaço cultural de Matosinhos vai ter uma vertente “marcadamente interativa” com recurso às novas tecnologias, explicou.

O Palacete Visconde de Trevões, onde está instalado o museu, é um edifício histórico de inícios do século XX.

Além de ter sido residência do seu primeiro proprietário — Emídio Ló Ferreira até 1942, este espaço, depois de adquirido pela autarquia, funcionou como uma escola industrial e comercial e como uma biblioteca municipal.

No fim de semana, e para assinalar a sua abertura, estão previstas diferentes atividades, entre as quais visitas aos vestígios arqueológicos de Matosinhos, a construção das “típicas” casas castrejas e uma oficina de pinturas.

Posteriormente, de terça a sexta-feira é possível fazer-se visitas guiadas ao museu das 11h00 às 16h00, através de marcação prévia para o email mumma@cm-matosinhos.pt.

Fonte: Observador

Siga-nos