Sons do Património chegam à Fábrica de Santo Thyrso

88

sons_patrimonio_2021

A banda pop-rock, SAL, que explora as raízes da música tradicional e popular, apresenta-se no próximo sábado, 11 de setembro, na Fábrica de Santo Thyrso, naquele que será o concerto de encerramento da iniciativa Sons No Património, da Área Metropolitana do Porto. Paralelamente, o Município leva a cabo a exibição de curtas-metragens e videoclipes focadas no legado industrial do concelho.

Marcado para as 22h00 e com entrada livre, o concerto da banda SAL será, também, o culminar de um conjunto de iniciativas promovidas pela Câmara Municipal, com destaque para a exibição de curtas-metragens e videoclips rodados no/ou a partir do legado industrial têxtil do concelho, com destaque para o filme “Mulher da Minha Gente”, de Nicola Noia.

Partindo do arquivo e do contexto histórico do Vale do Ave, “Mulher da Minha Gente” leva-nos numa viagem pelas fábricas têxteis e as suas histórias. Conceição, avó da realizadora, conta a sua história na primeira pessoa, refletindo sobre o papel da mulher na fábrica no contexto social de Vila das Aves no período pré-25 de Abril. A realização desta curta-metragem contou com o apoio da Câmara Municipal.

Para além da estreia do filme de Nicole Noia serão exibidas, ainda, as curtas do espanhol Victor Erice (rodada integralmente na Fábrica de Fiação e Tecidos do Rio Vizela) “Vidros Partidos” e de “Onde Cantavam Dantes Rouxinóis”, de Dinis leal Machado.

Com o património industrial do concelho como ‘pano de fundo’ serão, também, exibidos videoclipes das bandas Peixe:Avião, Blind Zero e de Manuel Fúria e os Náufragos.

Esta mostra de cinema e videoclips será feita em duas sessões, com entrada livre, às 16h00 e 19h00. No mesmo dia, o público será ainda convidado para uma experiência imersiva composta de sons e imagens que marcaram a vida de gerações ligadas ao têxtil, com a apresentação da instalação multimédia “Labor nos Rios da memória”, com edição vídeo e som de Luís Rosas. Esta instalação será exibida, em contínuo, a partir das 14h30, numa das salas mais emblemáticas desse período, a Casa da Máquina.

Paralelamente, pode ainda ser visitado o Centro Interpretativo da Fábrica de Santo Thyrso, a partir das 14h00.

Todas as iniciativas têm entrada livre, mas são sujeitas às lotações dos espaços e das limitações impostas pela DGS. Reservas pelo email: cultura@cm-stirso.pt. Telefone: 252 870 020 .

Os Sons no Património promovem a música como forma de aproximação das pessoas aos lugares patrimoniais do território, numa iniciativa em rede da Área Metropolitana do Porto.

Fonte: Santo Tirso TV