Dois projectos portugueses nomeados para o Prémio Europeu Mies van der Rohe 2022

203

mies_van_der_rohe_2022

Dois projectos portugueses de arquitectura, ambos em Lisboa, estão entre os 40 seleccionados para a segunda fase do Prémio de Arquitectura Contemporânea da União Europeia Mies van der Rohe 2022.

Os candidatos à lista de cinco finalistas são o Palacete Marquês de Abrantes, da cooperativa Trabalhar com os 99%/Ateliermob, e o conjunto da Ribeira das Portas do Mar e do Campo das Cebolas (incluindo a reabilitação do espaço público e a construção de um parque de estacionamento), de Carrilho da Graça e Victor Beiramar Diniz.

No total, há 40 projectos nomeados nesta fase intermédia, com obras distribuídas por 18 países europeus: Áustria, França e Espanha lideram, com cinco nomeações, seguidas de Bélgica, Alemanha e Reino Unido, com três candidatos. Tal como Portugal, a Dinamarca, a Finlândia e a Polónia viram dois projectos apontados ao prémio, distribuindo-se os restantes pré-finalistas por República Checa, Grécia, Hungria, Itália, Países Baixos, Noruega, Roménia e Eslovénia.

Os cinco finalistas deste prémio europeu criado para distinguir bienalmente a melhor arquitectura contemporânea serão anunciados no próximo dia 16 de Fevereiro. A entrega está marcada para Maio deste ano no Pavilhão Mies van der Rohe, em Barcelona, Espanha. No valor de 60 mil euros, o prémio, instituído em 1987 pela Comissão Europeia e pela Fundação Mies van der Rohe, com sede na capital da Catalunha, é considerado um dos galardões de maior prestígio na área da arquitectura mundial.

Fonte: Público

Siga-nos