Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga estão oficialmente inscritas no Inventário Nacional do Património Imaterial

57

semana_santa_braga

Foi publicado em Diário da República o despacho de inscrição da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

“A inscrição da Quaresma e Solenidades da Semana Santa de Braga no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial reflete os critérios relativos à importância da manifestação do património cultural imaterial enquanto reflexo da identidade da comunidade em que esta tradição se originou e se pratica, traduzida em práticas transmitidas intergeracionalmente, com recurso privilegiado à oralidade e à observação e participação direta”, lê-se no despacho assinado pela subdiretora-geral do Património Cultural, Rita Jerónimo.

A proposta de inscrição da Quaresma e das Solenidades da Semana Santa de Braga no Inventário do Património Imaterial foi apresentada em 2016 pela Câmara Municipal de Braga, nas o processo foi suspenso durante alguns anos, tendo sido retomado no início de 2021.

A Quaresma e as Solenidades da Semana Santa de Braga decorrem entre a Quarta-Feira de Cinzas e o Domingo de Páscoa.

Siga-nos