Grécia e Museu Britânico em negociações directas sobre os mármores do Pártenon

64

partenon_british_museum

Governantes gregos e o Presidente do conselho de administração do Museu Britânico têm reunido para negociar o futuro dos mármores do Pártenon. Segundo o semanário Observer, estas negociações podem representar um “movimento tectónico” na resolução do conflito em torno do emblemático património grego. Giorgos Gerapetritis, ministro grego, também confirmou ao jornal The Guardian um “diálogo entre o Governo grego e o Museu Britânico.

O Museu Britânico adquiriu os mármores (entre os quais o friso do Pártenon) em 1816, depois de Lorde Elgin, embaixador britânico junto do Império Otomano, as ter retirado de Atenas, quando a Grécia estava sob domínio turco.

A Grécia pede a sua devolução e, inclusivamente, construiu um Museu na Acrópole cujo objetivo é acolher os importantes mármores.

Nos últimos anos, a discussão sobre a restituição de obras de arte há muito exibidas em museus europeus ou norte-americanos aos seus países de origem tem sido cada vez mais frequente.

Fonte: Público

Siga-nos