Grupo de Trabalho constituído para repensar estratégia da Rede Portuguesa de Museus

504

logo_ministerio_cultura

Um grupo de trabalho composto por seis pessoas da área da cultura foi constituído pela Direção-Geral do Património Cultural para apresentar uma proposta de nova estratégia da Rede Portuguesa de Museus (RPM).

O despacho refere que a equipa terá um prazo de 90 dias para apresentar as conclusões do trabalho a realizar sobre a RPM, estrutura criada há 22 anos para a mediação, qualificação e cooperação entre museus, reunindo atualmente 165 membros.

Fazem parte do grupo de trabalho, como coordenadoras, Rita Jerónimo e Fátima Roque, respetivamente subdiretora-geral da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e diretora do Departamento de Museus, Monumentos e Palácios deste organismo, e Isabel Pinto, técnica especialista do gabinete da secretária de Estado da Cultura, Isabel Cordeiro, que assina o despacho a entrar em vigor a 01 de janeiro de 2023.

Manuel Pizarro, diretor executivo da Associação Hagadá-tikvá do Museu Judaico Lisboa, Álvaro Moreira, diretor do Departamento de Cultura e Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Santo Tirso, no distrito do Porto, e Dália Paulo, diretora municipal da Câmara Municipal de Loulé, no distrito de Faro, integram ainda a equipa.

DRE (+)

Siga-nos