Correntes d’Escritas está de regresso

124

correntes_Escrita_2023

O evento literário Correntes d’Escritas, que se realiza na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, vai este ano soltar-se de todas as restrições provocadas pela pandemia de covid-19, recuperando o grande formato na presença de escritores e público

Para esta 24.ª edição, que acontece entre 14 e 18 de fevereiro, está confirmada a presença de 98 autores de expressão ibérica, de 15 diferentes nacionalidades, que se vão reunir, sobretudo, no Cine-Teatro Garrett, palco central do evento, onde desta vez não haverá condicionamento quanto à lotação para o público.

A escritora moçambicana Paulina Chiziane, Prémio Camões 2021, e o seu compatriota Guita Jr., o angolano Ondjaki, recém-distinguido com o Prémio Vergílio Ferreira da Universidade de Évora, a são-tomense Cândida Lima, o brasileiro Geovani Martins, a espanhola Rosa Montero, o cubano Marcial Gala, os colombianos Santiago Gamboa e Juan Gabriel Vasquez, vencedor do Prémio Literário Casino da Póvoa, em 2018, Hélia Correia, também distinguida em 2013, e outros autores portugueses como João Luís Barreto Guimarães, Prémio Pessoa 2022, Manuel Jorge Marmelo, Teolinda Gersão, Valério Romão e Valter Hugo Mãe são alguns dos autores que vão passar pelo festival literário.

Para mais informações (+)

Siga-nos