Programa Porto Shuttle dá bolsas até 7.500 euros para artistas do Porto se internacionalizarem

148

programa_shuttle

O programa da Câmara Municipal do Porto Shuttle vai atribuir bolsas de estímulo à internacionalização para artistas do concelho a partir de segunda-feira, com valores entre os 1.000 e os 7.500 euros.

A finalidade do programa é, segundo a câmara, “financiar despesas logísticas e de produção conexas à promoção internacional de projetos de artistas, autores e agentes culturais, criados ou desenvolvidos por entidades sediadas no Porto”.

“O programa admitirá projetos que prevejam a sua realização até 30 de junho de 2024” que se inscrevam numa de quatro áreas: “artes visuais e curadoria, artes performativas, performance e composição musical, tradução e criação literária e ensaística”.

À semelhança do que aconteceu com o programa Criatório, “esta é a primeira edição em que os apoios serão atribuídos através da Ágora – Cultura e Desporto do Porto”, a empresa municipal do setor, estando “previstas três reuniões de avaliação para atribuição dos apoios – março, junho e outubro –, contando cada uma com um orçamento entre 25 e 35 mil euros”.

“As candidaturas submetidas até 15 de março serão avaliadas na primeira reunião de avaliação pelo júri, que este ano é composto por Catarina Braga (artista interdisciplinar), Joaquim Moreno (arquiteto, curador e docente na Faculdade de Arquitetura do Porto) e Sofia Gonçalves (designer, fundadora da editora Dois Dias e docente na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa)”, refere a Câmara Municipal do Porto.

A autarquia remete mais informações acerca do programa para a página da plataforma Pláka.

Siga-nos