Theodora Andresen apresenta “Dia de chuva (Champs Elysées”)” na Casa-Museu Eng. António de Almeida

138

Cartaz_Peca-do-mes_Pintura

A Casa-Museu Eng. António de Almeida apresenta, no próximo dia 31 de março (sexta-feira), pelas 15:30, a segunda sessão do ciclo 6 PEÇAS | 6 MESES | 6 CONVIDADOS.

Até julho de 2023, esta atividade, desenhada em torno da coleção da Casa-Museu, destacará mensalmente um objeto em 30 minutos.

A PEÇA DO MÊS de março é a pintura “DIA DE CHUVA (CHAMPS ELYSÉES)”, DE THEODORA ANDRESEN.

SOBRE “DIA DE CHUVA (CHAMPS ELYSÉES)”, DE THEODORA ANDRESEN
Theodora Andresen (1900-1989), oriunda de uma família com grande sensibilidade para as artes e letras, iniciou a sua ligação à pintura ainda muito jovem.

A sua primeira exposição realizou-se, em 1919, no Salão de Festas do Jardim Passos Manuel. Mais tarde, rumou a Paris onde frequentou, nos anos 20, a Académie Julian. Foi durante essa estadia que pintou DIA DE CHUVA (CHAMPS ELYSÉES).

De regresso a Portugal, expôs em 1926, no Salão Silva Porto, altura em que esse óleo sobre madeira foi adquirido pelo Eng. António de Almeida.

Em 30 minutos (entre fotografias, recortes de imprensa, reproduções de peças e catálogos), a Dr.ª Joana Andresen Guedes irá refletir sobre a vida e obra de Theodora Andresen e, especialmente, sobre uma das suas pinturas expostas na Casa-Museu Eng. António de Almeida – uma interessante obra pictórica que ilustra um pormenor dos Campos Elísios, concebida num invernoso dia de 1924.

A sessão é aberta à comunicação social e ao público em geral, embora sujeita à inscrição prévia através de correio eletrónico (fundacao@feaa.pt) ou telefone (226 067 418).

Siga-nos