Câmara e Politécnico de Portalegre inauguram incubadora de empresas culturais e criativas

77

incubadora_portalegre

Uma incubadora de empresas culturais e criativas vai ser inaugurada no centro histórico de Portalegre, após reabilitação de um imóvel que se encontrava devoluto, num investimento de 830 mil euros por parte do município, foi divulgado esta quinta-feira.

A cerimónia de inauguração do espaço, denominado por C.BIP – Incubadora de Empresas Culturais e Criativas do Politécnico de Portalegre, vai decorrer na sexta-feira, a partir das 15:00.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Portalegre, Fermelinda Carvalho (PSD/CDS-PP), explicou que o espaço vai ser cedido ao Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), na sequência de “uma parceria” que foi estabelecida pelo antigo executivo municipal, liderado por Adelaide Teixeira, eleita pela Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP).

A autarca explicou ainda que uma das zonas térreas do imóvel, formado por três pisos, vai contar com uma gestão partilhada entre o IPP e o município, no sentido de acolher artesãos que aí se queiram instalar.

Numa nota enviada à Lusa, o IPP revelou que a incubadora está vocacionada para acolher empresas de base não tecnológica, “preferencialmente” relacionadas com as áreas das artes e indústrias criativas, nos domínios da cultura e do património cultural.

O espaço é constituído por ateliers individualizados para incubação de empresas, espaço de incubação em cowork, sala de reuniões e espaços de serviços comuns (sala de reuniões, copa, espaço expositivo, entre outros).

Este projeto de “inovação social” resulta de uma parceria entre o IPP, o Instituto Padre António Vieira, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo e a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo.

Siga-nos