Câmara de Coimbra quer criar bilhete único para facilitar acesso a museus

49

coimbra_rede_museus

A Câmara de Coimbra anunciou esta terça-feira que pretende criar um bilhete único de acesso aos espaços museológicos que integram a rede de museus, com o intuito de aumentar as visitas e a permanência de turistas na cidade.

“Pretendemos criar um bilhete único, para estruturar a oferta de forma integrada e facilitar o acesso aos espaços museológicos que estão representados na Coimbra Rede de Museus. Esta intenção da Câmara já é muito antiga“, disse esta terça-feira o vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

À margem da sessão de assinatura do protocolo que junta mais quatro membros à Coimbra Rede de Museus, Francisco Veiga explicou à agência Lusa que a criação deste bilhete único não tem sido fácil, porque algumas instituições que compõem esta rede “dependem do poder central” e têm “mais dificuldade em entrar nesta tentativa de acordo”.

“O mais provável é que tenhamos um bilhete único para os museus que queiram aderir em tempo útil. Não podemos continuar a aguardar por decisões que se arrastam no tempo“, alegou.

Segundo o autarca, com a criação do bilhete único a Câmara quer que “os núcleos museológicos da cidade sejam mais visitados e que isso leve a aumentar o número de dormidas [de turistas] na cidade”.

“Queremos que as pessoas visitem aquilo que nós temos, facilitar-lhes a vida, com o objetivo de permanecerem em Coimbra: queremos aumentar as dormidas em Coimbra. As pessoas se souberem o que visitar, com um bilhete que dá para visitar quatro, cinco, seis ou sete museus, em vez de ficarem um dia, ficam dois ou três”, sustentou.

A par do bilhete único, Francisco Veiga informou ainda que está em fase de conclusão a edição de um mapa onde figuram todos os museus de Coimbra. “Estará disponível muito em breve. Terá todos os museus da cidade”, concluiu.

Fonte: Observador

 

Siga-nos