Rede de Turismo Industrial conta com 25 novos aderentes no Centro de Portugal

151

rede_turismo_industrial_GT

A Rede de Turismo Industrial do Centro de Portugal deu as boas-vindas a mais 25 novos aderentes.

A adesão dos novos aderentes foi formalizada com a assinatura de uma Declaração de Colaboração, entre a Turismo Centro de Portugal, os municípios e os parceiros da rede de Turismo Industrial identificados no decorrer do ano de 2023, no âmbito da futura Rede Portuguesa do Turismo Industrial. Estes novos aderentes juntam-se aos 22 que já tinham entrado na fase inicial do processo, em 2022.

A futura Rede Portuguesa do Turismo Industrial está a ser desenvolvida a nível nacional, sob a coordenação do Turismo de Portugal e das Entidades Regionais e Direções Regionais de Turismo. Na região Centro, a coordenação é da Turismo Centro de Portugal.

Os 25 novos aderentes são: Museu das 2 Rodas (Anadia), Incycles (Anadia), Município de Alcanena, CTIC – Centro Tecnológico das Indústrias do Couro (Alcanena), CAORG – Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro (Alcanena), Município da Marinha Grande, PoeirasGlass (Marinha Grande), Município de Torres Novas (Núcleo Museológico da Central do Caldeirão), Município de Viseu (Museu do Linho e Museu do Quartzo), Abimota (Águeda), LightMobile (Águeda), MIAT – Museu Industrial e Artesanal do Têxtil (Porto de Mós), Museu do Cimento da Fábrica Maceira – Liz (Leiria), Quinze (Caldas da Rainha), Museu da Cerâmica (Caldas da Rainha), Museu do Ciclismo (Caldas da Rainha), Museu da Seda (Castelo Branco), Atelier do Doce (Alcobaça), Município de Torres Vedras (Museu do Ciclismo Joaquim Agostinho), Município de Seia, Fábrica Malhas Pinto Lucas (Seia), Município da Murtosa (Comur – Museu Municipal e Museu Estaleiro Monte Branco).

Siga-nos