Museu do Tesouro Real abre portas à joalharia contemporânea

131

tesouro_real

A 17 de Abril, o museu recebe a 2.ª Bienal de Joalharia Contemporânea de Lisboa. “Jóias políticas. Jóias de poder” é o tema central, numa edição onde são esperados cerca de 150 joalheiros – e uma exposição de tiaras.

Promovida pela Associação Portuguesa de Joalharia Contemporânea (PIN), a bienal tem como tema central “Jóias Políticas. Jóias de Poder”, num programa que não é alheio às comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, razão pela qual se compromete a “celebrar os valores da democracia com a manifestação artística da arte joalheira”, como se lê no comunicado enviado na passada quinta-feira

Composta por mais de 25 eventos, entre exposições, encontros, masterclasses e conversas, a segunda edição da bienal espera atrair 15 mil visitantes, tendo ainda como parceiras estruturas como o MUDE, o Ar.Co, o Museu de Artes Decorativas – FRESS, a Galeria Zé dos Bois, o Atelier Tereza Seabra e a Galeria Reverso.

Museu do Tesouro Real, Calçada da Ajuda. Seg-Dom 10.00-18.00, 17 Abr-30 Jun. 8€

Siga-nos