Cantanhede dedica museu a Mário Silva

23

museu_mario_silva

A Câmara Municipal de Cantanhede acaba de lançar a concurso a empreitada de execução do Museu Mário Silva, na Tocha, equipamento cultural que terá a sua actividade centrada na exibição da obra do prestigiado artista plástico e na dinamização de actividades em torno do seu legado artístico e cultural.

Nesse sentido, a autarquia cantanhedense avança agora com a reconversão total e ampliação do antigo quartel da GNR localizado na Avenida D. João Garcia Bacelar (EN 109), nas imediações do centro da vila. O preço base dos trabalhos ascende a 457.182 euros, sendo de 360 dias seguidos o prazo da intervenção de fundo a realizar no edifício, nos termos do projecto elaborado pela Divisão de Estudos e Projectos do Departamento de Obras Municipais.

No Museu Mário Silva tem especial relevância a obra de pintura, mas contém trabalhos importantes de outros territórios artísticos, nomeadamente as artes gráficas (gravura, serigrafia e ilustração), a cerâmica, a escultura e registos sobre arte pública monumental. O acervo está de resto já constituído com base num protocolo celebrado entre o Município de Cantanhede e os filhos do pintor, designadamente Mário Torres da Silva e Sandra Freitas Cardoso da Silva, na qualidade de herdeiros, e que envolve também a Junta de Freguesia da Tocha, esta como entidade proprietária do imóvel onde ficará instalada a nova unidade museológica.

Siga-nos