Linha de Água: a Bienal de Arte Contemporânea de Trás-os-Montes já começou

136

bienal_linha_agua

A Linha de Água – Bienal de Arte contemporânea de Trás-os-Montes já começou. Com direção artística de Inês Falcão, a Linha de Água teve o seu primeiro dia de inaugurações no Município de Macedo de Cavaleiros, com um percurso que começou no Mercado Municipal, passando para o Museu de Arte Sacra / Casa Falcão e culimando no Centro Cultural.

A Linha de Água expande-se por outros municípios transmontanos – Alfândega da Fé, Vinhais e Freixo de Espada à Cinta – num total de oito espaços expositivos, onde se apresentam cerca de 150 artistas, enquadrados em diferentes projetos curatoriais.

As atividades prolongam-se até 30 de novembro de 2024 e, não desmerecendo o esforço e a coragem de avançar com a iniciativa, a mesma merece melhores infraestruturas, podendo oferecer aos artistas, no futuro, condições de exibição das suas obras que melhor se coadunem com a qualidade dos mesmos.

Conheça o programa e participe (+)

 

Siga-nos