Ministério da Cultura pediu averiguação à conduta laboral do novo diretor do Património Cultural

498

logo_ministerio_cultura

A ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, anunciou hoje que mandou averiguar a conduta laboral do investigador João Soalheiro, nomeado em maio diretor do instituto público Património Cultural.

Numa audição parlamentar, Dalila Rodrigues disse que remeteu à Inspeção-Geral das Atividades Culturais uma denúncia anónima que tomou conhecimento sobre a conduta de João Soalheiro em relação aos trabalhadores do Património Cultural.

“Surpreendeu-me e condeno a metodologia. (…) O que é descrito é grave, no sentido no excesso de palavras, de alguma atitude que não se articule com as condutas que possamos reconhecer como adequadas”, disse.

Em causa está uma carta, enviada à Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, na qual trabalhadores daquele instituto público denunciam, segundo a deputada do Bloco de Esquerda, Joana Mortágua, “coisas muito, muito graves do ponto de vista de direitos laborais de relação hierárquica entre chefias e trabalhadores”.

Fonte: Semanário Novo

Siga-nos