National Geographic inaugura no Porto exposição sobre espécies em perigo

photo_ark_porto

O Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto inaugura, a 17 de outubro, o projeto internacional “Photo Ark”, uma exposição da National Geographic que reúne fotografias de espécies em perigo.

Em comunicado, a organização explica que o projeto foi criado por Joel Sartore, fotógrafo, porta-voz e colaborador da National Geographic há mais de 20 anos que vai marcar presença no dia da inauguração.

Iniciado em 2006, o projeto materializa o “compromisso de fotografar todas as espécies em cativeiro do mundo”, visando “levar as pessoas a encantar-se pela biodiversidade do planeta e a protegê-la”.

A mostra, que vai estar em exibição na Galeria de Biodiversidade no Centro de Ciência Viva, tem como missão “sensibilizar os portugueses para um desafio à escala mundial: a necessidade de preservação da vida selvagem e da biodiversidade”, lê-se na nota enviada.

O Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto inaugura, a 17 de outubro, o projeto internacional “Photo Ark”, uma exposição da National Geographic que reúne fotografias de espécies em perigo.

Em comunicado, a organização explica que o projeto foi criado por Joel Sartore, fotógrafo, porta-voz e colaborador da National Geographic há mais de 20 anos que vai marcar presença no dia da inauguração.

Iniciado em 2006, o projeto materializa o “compromisso de fotografar todas as espécies em cativeiro do mundo”, visando “levar as pessoas a encantar-se pela biodiversidade do planeta e a protegê-la”.

A mostra, que vai estar em exibição na Galeria de Biodiversidade no Centro de Ciência Viva, tem como missão “sensibilizar os portugueses para um desafio à escala mundial: a necessidade de preservação da vida selvagem e da biodiversidade”, lê-se na nota enviada.

Para mais informações (+)