Casa do Cinema Manoel de Oliveira tem nova exposição

70

casa_cinema_manoel_oliveira

O “extraordinário arquivo pessoal” do realizador Manoel de Oliveira originou uma nova exposição, sobre a obra feita entre 1970 e 1990, entre a incompreensão e o reconhecimento, que abre na sexta-feira na Casa do Cinema, no Porto.

Patente até 03 de novembro, a exposição intitula-se “Liberdade! 1970-1990”, abrangendo vinte anos de produção cinematográfica de Manoel de Oliveira, balizada pelos filmes “O Passado e o Presente” (1971) e “NON ou a Vã Glória de Mandar” (1990).

“É este um período em que a incompreensão (e até a violência) com que alguns destes filmes foram recebidos em Portugal, em tudo contrastava com o reconhecimento que esses mesmos filmes obtinham junto dos festivais internacionais e da crítica estrangeira”, afirmam os curadores António Preto e João Mário Grilo, no roteiro da exposição.

 

Siga-nos