Arquivo da Companhia de Diamantes de Angola doado à Universidade do Minho

uminho

A Sociedade Portuguesa de Empreendimentos, controlada pelo Estado português e que explorava diamantes em Angola, vai ceder à Universidade do Minho o arquivo relativo à história da Diamang, a Companhia de Diamantes de Angola, fundada em 1917 e extinta em 11 de Novembro de 1975.

A UMinho passa assim a ser depositária de “mais um relevante património arquivístico, que se afigura imprescindível para o estudo da companhia de diamantes, do processo colonial e da própria história portuguesa do século XX”, sublinha a Universidade.

Nos termos do protocolo, a instituição minhota obriga-se a organizar e conservar os documentos, que passam a estar à sua guarda, com vista a futuras investigações no âmbito da sua actividade académica e científica, já em curso.

Fonte: Jornal de Negócios